HOME       CLASSIFICADOS         PIADAS          100 PALAVRAS              CONTATO            GOOGLE

 

 

 

 

Revistinha Ria Edição 429

Capa da Edição


CHEGOU 2016 (Por José Silva)

Ano novo. Ano de eleições municipais. Ano de mudanças, que devem começar em nós mesmos. Não vai adiantar nada depois cobrar dos políticos, se não usarmos o mais rígido critério de seleção.
Existe concurso público que elimina um candidato apenas por uma simples tatuagem. Então, porque somos tão displicentes na hora de escolher um representante para o executivo ou legislativo da nossa cidade por quatro anos?
Aquele que dá seu voto pensando em benefício próprio, ou seja, naquilo que o candidato pode lhe oferecer de imediato, é o “O Analfabeto Politico” , eternizado no poema do dramaturgo alemão, Bertolt Brecht.
Ele vai eleger aquele que lhe der tijolos, nas vésperas das eleições, mas nunca tapar os buracos da sua rua, para que o caminhão de tijolos chegue até sua casa. Aquele que nunca vai cobrar da companhia de água, para que não falte na hora de fazer o concreto. Aquele que nunca vai lutar por uma saúde pública digna, para que na hora de bater a laje não esteja com uma virose. Aquele que nunca, em hipótese alguma, vai se preocupar com a educação do seu filho, com o propósito de que ele se torne um eleitor tão frágil e de fácil manobra, quanto ao pai.
E para finalizar: Mais fácil que pedir prisão para políticos corruptos é não elegê-los. FELIZ 2016!

(José Silva é pedreiro, padeiro, gari, desempregado e consciente
de que só com tijolos não se faz um alicerce seguro e durável).

Click nas páginas para acessar em tamanho normal

Anteriores:  428 427 - 426 - 425 - 424 - 423